O significado de tolerância

Tolerância: uma palavra bastante em moda. Ela é equiparada à “mente aberta” e vem acompanhada de respeito humano. 

Voltaire (1694-1778), quando escreveu sobre tolerância, disse que já que somos todos cheios de fraquezas e de erros, devemos perdoar mutuamente as nossas obscenidades; que essa é a primeira lei da natureza.

Mas o que é tolerância?

Como Voltaire queria destruir o cristianismo, prefiro refletir sobre o “Apelo à intolerância” do arcebispo Fulton Sheen. Continuar lendo

Anúncios

Chesterton e a defesa do casamento

O que fazer quando a confusão verbal é seguida por uma confusão moral (para não dizer mental)?

Hoje trago aqui um artigo escrito por Dale Ahlquist, a maior autoridade em Chesterton nos Estados Unidos, publicado no site canadense LifeSiteNews:

Cem anos atrás, G.K. Chesterton alegava que o maior perigo representado pelo “Estado Forte” (Big Government) é que ele enfraquece a família. Isso é feito de várias formas, certamente de forma óbvia na educação pública, que substitui a autoridade da família, mas também, em muitos aspectos o papel da família, as funções da família.

Mas agora existe um movimento, parte de uma cultura moderna que tenta redefinir tudo, tentando conseguir que o governo redefina a família. Palavras são politizadas. Palavras degeneram. Palavras e significados já não se encaixam uns nos outros. A confusão verbal é seguida por uma confusão moral.

A grande batalha que travamos agora neste país é a guerra pela palavra “casamento”. Infelizmente, nas duas últimas gerações, estamos perdendo. Começamos a perder esta guerra quando não fomos capazes de impedir a legislação que permitia o divórcio sem culpado, ou que poderia ser mais precisamente descrito como “adultério em série”, o ato de jogar fora uma promessa antiga e fazer outra de forma bastante precária . Chesterton diz que Continuar lendo